22, novembro, 2013

Café verde do Maciço de Baturité

Café Verde do Ceará tem o objetivo de divulgar e mostrar os benefícios do produto

Café verde do Ceará
Café verde do Ceará

O café brasileiro hoje já é reconhecido pela sua qualidade. Regiões como o interior paulista e o serrado mineiro já atestaram o seu bom café. Agora o Ceará quer mostrar que o café plantado na Serra de Baturité pode competir em qualidade com a vantagem de optar pelo modo de produção sustentável. Com o objetivo de divulgar este café, que une qualidade e sustentabilidade, o Sebrae Ceará promove o evento Café Verde do Ceará, nos dias 22 e 23 de novembro, na cidade serrana de Mulungu. A programação mostra os benefícios do café sustentável desde seu cultivo até as mais variadas formas de consumo.

O Café Verde é uma tipologia rara do produto, uma linhagem que precisa ser preservada, por isso o Sebrae, a Prefeitura de Mulungu e a Associação dos Produtores Ecologistas do Maciço de Baturité (APEMB) apostam neste projeto. Hoje já são cerca de 300 a 400 produtos deste café especial, segundo levantamento da Associação. O evento além de promover um produto genuinamente cearense tem como pretensão aumentar a produção e facilitar o processo de comercialização desses micros, pequenos e médios produtores.

A partir desta sexta, 22, os produtores de café sombreado agroecológico estarão de portas abertas pra servir um café direto da fonte. O evento é aberto ao público e focado principalmente naqueles interessados na comercialização do café cearense. Na oportunidade, mestres no assunto vão abordar boas práticas de cultivo, colheita à secagem do café, além da realização de workshop, oficinas e mostras, que tem como foco o café sustentável, abordando questões como o Café Orgânico.

O Café Verde do Ceará vai contar ainda com uma exposição de 15 expositores com vendas de utensílios e produtos a base de café, bar temático, mostras de café e uma sessão que explica os rituais do café pelo mundo.

Roteiro Café Verde
Os interessados podem se inscrever ainda para participar da visita guiada às propriedades centenários da cultura do café e conferir de perto a produção do café cearense. O roteiro passa pelo Sítio Bagaço Mulungu, onde foram plantadas as primeiras mudas de café no Maciço de Baturité; mini-indústria de beneficiamento torrefação de café APEMB/COMCAFÉ/Fundação CEPEMA; Sítio São Roque, Sítio Santo Izidro e o Sítio Flor Mulungu.

SERVIÇO
1º Café Verde do Ceará
Local: Mulungu – Serra de Baturité
Data: 22 e 23 de novembro
Horário: 17h às 22h

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php